Psicologia Escolar Crítica e Registros Documentais

Psicologia Escolar Crítica e Registros Documentais aponta caminhos para a produção de registros sob um ponto de vista crítico, que contempla a rede de fatores e sujeitos envolvidos nos processos de escolarização e oferece inspirações desses documentos para que profissionais da área e estudantes interessados no campo educacional possam, com base neles, estruturar seus instrumentos de busca das informações e modos de elaborar anotações.

Alínea
1a edição
978-65-5755-030-4
ISBN
152
Páginas
16 x 23 cm
Formato
Português
Idioma
LIVRO NO PRELO
.

Sumário

Prefácio

Apresentação

Capítulo 1
Projeto de intervenção em Psicologia Escolar: Inspirações e possibilidades
Thaisa da Silva Fonseca e Fauston Negreiros

Capítulo 2
Norteadores para a construção do relatório de estágio supervisionado em Psicologia Escolar
Nilza Sanches Tessaro Leonardo, Camila Turati Pessoa e Solange Pereira Marques Rossato

Capítulo 3
O que revelam os cadernos escolares: Uma proposta de roteiro de análise com base na Psicologia Escolar
Anabela Almeida Costa e Santos Peretta e Lucianna Ribeiro de Lima

Capítulo 4
Relatório em orientação à queixa escolar: De registro a instrumento de atuação
Beatriz de Paula Souza

Capítulo 5
Roteiros e registros de observação em Psicologia Escolar
Fernanda Fochi Nogueira Insfran

Capítulo 6
Questões norteadoras para o mapeamento institucional da subjetividade social
Carlos Eduardo Gonçalves Leal e Ana Valéria Marques Fortes Lustosa

Capítulo 7
Desenho universal para aprendizagem e inclusão escolar: Proposta de instrumento para implementá-las
Camila Siqueira Cronemberger Freitas e Ana Valéria Marques Fortes Lustosa

Capítulo 8
Diários de campo e suas potencialidades à luz da Psicologia Escolar
Bruna Saraiva Candeira e Fauston Negreiros

Capítulo 9
Relatórios de Psicologia Escolar para pais/responsáveis
Cássia Maria Lopes Dias Medeiros e Denise Martins da Costa e Silva

Capítulo 10
Relatórios de Psicologia Escolar para gestão
Carolina Martins Moraes, Fauston Negreiros e Thaisa da Silva Fonseca

Capítulo 11
Relatórios de Psicologia Escolar para profissionais externos
Patrícia Melo do Monte e Rhaissa Andrêssa Ramos de Sousa

Capítulo 12
Relatórios de Psicologia Escolar para órgãos jurídicos
Ellery Henrique Barros da Silva, Yamila Larisse Gomes de Sousa e Carolina Martins Moraes

Orelha

Posto que a palavra tem grande força de produzir no leitor/ouvinte ideias, valores, sonhos, ações e atitudes, é extrema a responsabilidade diante dos registros, pois o que fica documentado tem consequências. No âmbito da Psicologia Escolar Educacional, eles podem produzir competências ou fracassos; guarida ou abandono; inclusão ou exclusão daqueles que protagonizam as questões demandadas ao psicólogo em instituições educativas.
Considerando esse fato, Psicologia Escolar Crítica e Registros Documentais aponta caminhos para a produção de registros sob um ponto de vista crítico, que contempla a rede de fatores e sujeitos envolvidos nos processos de escolarização e oferece inspirações desses documentos para que profissionais da área e estudantes interessados no campo educacional possam, com base neles, estruturar seus instrumentos de busca das informações e modos de elaborar anotações.
Com enfoque no pressuposto de que organização, planejamento e registro são elementos fundamentais na atuação do psicólogo escolar e educacional, esses aspectos são trabalhados em todas as modalidades de registro apresentadas, visando clareza, coerência e uso acertado da linguagem técnica, a fim de que fique acessível a todos os envolvidos no processo.
Na direção oposta de oferecer moldes a serem copiados, este livro propõe discussões e/ou norteadores de documentos que sejam flexíveis e pautados por um olhar crítico-reflexivo que considere as particularidades dos diferentes locais nos quais esses textos são produzidos.
Em especial, moveu-nos o anseio de que, cada vez mais, as realidades cotidianas das instituições, a processualidade da aprendizagem escolar e as múltiplas versões que podem emergir das dificuldades na escolarização possam ser materializadas nos registros realizados, buscando tornar a reflexão em torno da conjuntura social e opressora - que produz desigualdades e sofrimentos - um compromisso com a responsabilidade, a ética, a crítica e a autocrítica profissional ao se elaborarem documentos que versem sobre pessoas do chão da escola.

Referencia

DA SILVA FONSECA, Thaisa; NEGREIROS, Fauston (orgs.). Psicologia Escolar Crítica e Registros Documentais. Campinas: Alínea, 2021.
Outros livros do(s) autor(es)
  1. A psicologia escolar e a educação de jovens e adultos
    A psicologia escolar e a educação de jovens e adultos
    Fauston Negreiros e Herculano Ricardo Campos (Orgs.)
Veja Também