Psicologia Escolar e Arte: uma proposta para a formação e atuação profissional

Silvia Maria Cintra da Silva
O livro apresenta uma prática em Psicologia Escolar pouco convencional na formação de psicólogos. Por meio da música, da literatura e das artes visuais possibilitou que alunos, professores e pais pudessem compreender as dificuldades no processo de escolarização de seus filhos. Com este trabalho, a autora institui uma modalidade de intervenção psicológica que busca compreender as redes de relações existentes no dia-a-dia escolar, integrando elementos pouco explorados no campo educativo. Longe de ser um modelo de trabalho, a prática desenvolvida por Silvia, juntamente com estagiários em Psicologia, insere o leitor no universo das possibilidades de atuação/formação profissional cujo objetivo principal centra-se em romper com preconceitos e estereótipos presentes nas relações educacionais. Nesse sentido, a arte pode contribuir para o desenvolvimento pessoal e profissional do futuro psicólogo, fornecendo elementos que ampliem a compreensão sobre si mesmo e sobre o mundo. Trata-se, portanto, de um trabalho sério, embasado teoricamente, que contribui para a melhoria do complexo processo de escolarização.
1a edição
Novembro/2005
R$39,00
Preço de capa
85-7516-129-6
ISBN
208
Páginas
140 x 210 mm
Formato
Abrir na LibriLaboris

Exclusivo para Professores

Solicite um exemplar para análise com 50% de desconto sobre o preço de capa.

.

Sumário

Prefácio
Apresentação
Palavras Iniciais

Capítulo 1 - A Constituição Pessoal/Profissional no Encontro de Conhecimentos e de Sujeitos

Da prática surgiram as perguntas
Por que unir arte e psicologia escolar?

Capítulo 2 - Investigando a Própria Prática: Psicóloga, Professora, Supervisora, Pesquisadora
Caracterizando o estudo - o cenário e os atores
O registro de falas e gestos - construindo os dados da pesquisa

Capítulo 3 - O Estágio Supervisionado e a Formação em Psicologia Escolar
O cotidiano das terças-feiras
O relacionamento entre supervisora e estagiários
Engajamento político e saberes da prática
Recursos materiais e técnicos utilizados nas supervisões e no estágio
Atividades e materiais não usuais na supervisão
O uso de gravações em áudio e vídeo como recursos auxiliares para o supervisor de estágio
A constatação das mudanças ocorridas

Capítulo 4 - Em Busca de Espaço e Tempo para a Criança Imaginar e Criar
Conhecendo as crianças com as quais trabalharíamos
A concepção do trabalho desenvolvido com as crianças
Apresentando Lucas e João
O contato das crianças com os materiais e as técnicas utilizadas nos encontros
Repensando o caminho percorrido

Capítulo 5 - A Psicologia Escolar e o Desenvolvimento da Subjetividade Profissional e Docente
Encontros e desencontros
Artes visuais, música e literatura - algumas possibilidades de mediação
Momento necessário para reflexões

Capítulo 6 - Dando Voz, Lápis de Cor e Papel para as Mães das Crianças
Construindo os encontros
Revendo o percurso

Capítulo 7 - A Atuação do Psicólogo Escolar
A supervisão e a formação profissional
O psicólogo escolar e o professor

Capítulo 8 - Epílogo

Referências
Anexos
Apêndices