Octogenários em Campinas: dados do FIBRA 80+

No Brasil e praticamente em todo o mundo, a parcela de idosos que mais cresce é a dos que contam com 80 anos e mais. Essa ocorrência é uma conquista das sociedades, que vêm se revelando cada vez mais capazes de oferecer condições para o prolongamento da vida em todas as suas fases. Os ganhos em longevidade podem ser uma vitória de Pirro, se vividos em meio ao aumento de doenças crônicas, incapacidade, dependência e fragilidade, agravados pela pobreza e pela desigualdade social.

Coleção Velhice e Sociedade
1a edição
Janeiro/2019
R$60,00
Preço de capa
978-85-7516-857-8
ISBN
216
Páginas
16 x 23 cm
Formato
Português
Idioma
DISPONÍVEL EM E-BOOK
Abrir na LibriLaboris
Abrir na Amazon.com

Exclusivo para Professores

Solicite um exemplar para análise com 50% de desconto sobre o preço de capa.

.

Sumário

Apresentação

Capítulo 1
O Brasil diante dos desafios do aumento da longevidade da população
Flávia Silva Arbex Borim, Lucia Figueiredo Mourão, Maria da Luz Rosário de Sousa e André Fattori

Capítulo 2
Características sociodemográficas dos participantes e procedimentos do Fibra 80+
Anita Liberalesso Neri e Mônica Sanches Yassuda

Capítulo 3
Fragilidade e sarcopenia
André Fattori, Juliana Carvalho Segato Maríncolo, Márcia Guimarães, Marcella Silva Ramos de Lázari e Anita Liberalesso Neri

Capítulo 4
Cognição
Priscila Pascarelli Pedrico do Nascimento e Mônica Sanches Yassuda

Capítulo 5
Medidas antropométricas e de pressão arterial
Daniela de Assumpção, Flávia Silva Arbex Borim, Ligiana Pires Corona e Priscila Maria Stolses Bergamo Francisco

Capítulo 6
Doenças crônicas, problemas de saúde, uso de medicamentos e saúde bucal
Priscila Maria Stolses Bergamo Francisco, Maria da Luz Rosário de Sousa, Roberta Barros de Held e Daniela de Assumpção

Capítulo 7
Alcoolismo, tabagismo e nutrição
Ligiana Pires Corona, Flávia Silva Arbex Borim, Daniela de Assumpção, Aline Elias do Nascimento Nishida e Priscila Stolses Bergamo Francisco

Capítulo 8
Desempenho funcional, mobilidade e espaço de vida
Monica Rodrigues Perracini, Maria do Carmo Correia de Lima, Vinicius Nagy Soares e Tiemy Rosana Komatsu

Capítulo 9
Participação social, suporte social percebido, satisfação com as relações sociais e sentimentos de solidão
Juliana Martins Pinto, Carola de Los Angeles Rosas Ordoñez, Marisa Tavares Fernandes e Samila Sathler Tavares Batistoni

Capítulo 10
Saúde percebida, satisfação com a vida e sintomas depressivos
Anita Liberalesso Neri, Flávia Silva Arbex Borim, Larissa Centofanti Lemos e Priscila Pascarelli Pedrico do Nascimento

Capítulo 11
Indicadores psicológicos de qualidade de vida na velhice
Anita Liberalesso Neri, Flávia Silva Arbex Borim, Larissa Centofanti Lemos e Cristina Cristóvão Ribeiro

Capítulo 12
Experiência de eventos de vida estressantes na velhice e de riscos e adversidades na infância e na adolescência
Arlete Portella Fontes, Larissa Centofanti Lemos e Anita Liberalesso Neri

Capítulo 13
Trajetórias de envelhecimento dos participantes do Estudo Fibra 2008-2009
Flávia Silva Arbex Borim, Daniela de Assumpção, Lucia Figueiredo Mourão e Anita Liberalesso Neri

Orelha

No Brasil e praticamente em todo o mundo, a parcela de idosos que mais cresce é a dos que contam com 80 anos e mais. Essa ocorrência é uma conquista das sociedades, que vêm se revelando cada vez mais capazes de oferecer condições para o prolongamento da vida em todas as suas fases. Os ganhos em longevidade podem ser uma vitória de Pirro, se vividos em meio ao aumento de doenças crônicas, incapacidade, dependência e fragilidade, agravados pela pobreza e pela desigualdade social.

Diante da possibilidade de uma conquista inglória, os grandes desafios das sociedades são, em primeiro lugar, diminuir a probabilidade de ocorrência de má qualidade de vida na velhice avançada. Em segundo, aumentar o número dos muito idosos saudáveis, independentes e com disposição para a atividade e a produtividade. Em terceiro, criar condições médicas, psicossociais e ecológicas para que, mesmo em meio às limitações inevitáveis dessa fase da vida, os idosos possam sentir-se bem e funcionar bem. Estamos diante de desafios de longa duração e da necessidade de providências socioeconômicas e educacionais de longo prazo.

Esta coletânea de textos é fruto da crença de que a ciência pode ajudar as sociedades a enfrentar esses desafios, por meio de processos sistemáticos de descrição e explicação das várias formas de apresentação da saúde física, cognitiva e psicossocial, bem como dos mecanismos que as produzem ou influenciam. Os organizadores e autores acreditam, também, que as intervenções clínicas e sociais se beneficiam desses conhecimentos.

O Fibra 80+ é um estudo de seguimento de 323 dentre os 475 idosos que participaram da linha de base do Estudo Fibra (Fragilidade de Idosos Brasileiros) realizada em 2008 e 2009, envolvendo 900 participantes de 65 a 97 anos. Cerca de 8 anos mais tarde, os idosos do estudo original que completaram 80 anos no decorrer do ano de 2016 participaram de nova coleta de dados. O propósito dessa nova coleta foi produzir dados que ensejariam estudos descritivos das condições do envelhecimento de idosos de 80 anos e mais, assim como estudos comparativos e prospectivos entre os dois tempos.

Os dados apresentados nesta coletânea dizem respeito aos 167 idosos de 80 anos e mais que alcançaram os níveis mais altos de funcionamento da amostra, localizada em buscas feitas nos domicílios dos idosos. Além deles, foram entrevistados familiares de 66 idosos com prejuízos em saúde e independência física e cognitiva e familiares de 90 idosos falecidos no intervalo de 8 anos entre a linha de base e o seguimento. Os dados destes dois últimos grupos não são mostrados neste livro.

Trata-se de uma obra produzida por docentes, alunos de Mestrado e Doutorado e pesquisadores de Pós-doutorado do Programa de Pós-graduação em Gerontologia da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp e que se configura como importante base para novos estudos não apenas nessa área, mas também em Políticas Públicas, Sociologia, Assistência Social e outras.

Referencia

ASSUMPçãO, Daniela de ; BORIM, Flávia Silva Arbex ; NERI, Anita Liberalesso. Octogenários em Campinas: dados do FIBRA 80+. Campinas: Alínea, 2019.
Outros livros do(s) autor(es)
  1. As Múltiplas Faces da Velhice no Brasil
    As Múltiplas Faces da Velhice no Brasil
    Olga Rodrigues de Moraes Von Simson, Anita Liberalesso Neri e Meire Cachioni (orgs.)
  2. Palavras-chave em Gerontologia
    Palavras-chave em Gerontologia
    Anita Liberalesso Neri
  3. Assistência Ambulatorial ao Idoso
    Assistência Ambulatorial ao Idoso
    Maria Elena Guariento, Anita Liberalesso Neri (org.)
  4. Saúde e Qualidade de Vida na Velhice
    Saúde e Qualidade de Vida na Velhice
    Maria José D´Elboux Diogo, Anita Liberalesso Neri, Meire Cachioni (orgs.)
  5. Fragilidade, Saúde e Bem-estar em Idosos: dados do estudo FIBRA Campinas
    Fragilidade, Saúde e Bem-estar em Idosos: dados do estudo FIBRA Campinas
    Anita Liberalesso Neri e Maria Elena Guariento (orgs.)
Veja Também