Ensino Superior, Trabalho e Barreiras Sociais: uma análise contemporânea

O livro apresenta uma análise da problemática envolvendo a juventude na conclusão do ensino superior e a entrada destes jovens no mercado de trabalho. Diante do recente contexto de expansão da educação superior no Brasil, para jovens de origem pobre e, dentre estes, também negros, faz-se importante investigar quais os principais fatores intervenientes para o alcance de posições de maior prestígio e renda após a conclusão do ensino superior.

1a edição
Junho/2015
R$40,00
Preço de capa
978-85-7516-736-6
ISBN
200
Páginas
14 x 21 cm
Formato
Português
Idioma
Abrir na LibriLaboris

Exclusivo para Professores

Solicite um exemplar para análise com 50% de desconto sobre o preço de capa.

.

Sumário

Introdução
Justificativa

Parte 1. Reflexões Teóricas

Introdução

Capítulo 1
Modernização Social e Desigualdades Sociais: o surgimento dos Estados de Bem-estar Social e o caso brasileiro
O processo de modernização e a necessária intervenção
dos Estados para a garantia das necessidades sociais
O Estado de Bem-estar Social no Brasil
Acesso à educação superior e inclusão social: ações focalizadas no contexto de direitos sociais universais

Capítulo 2
A Teoria Funcionalista na Análise das Desigualdades Sociais: a Hipótese Meritocrática em perspectiva
A Teoria Funcionalista
Análises empíricas e teóricas das propostas funcionalistas: mais meritocracia e burocratização das oportunidades no mercado de trabalho?

Capítulo 3
A Persistência da Desigualdade Educacional nas Sociedades Modernas
Sistemas educacionais universais e a persistência da desigualdade
Analisando casos empíricos: sistemas educacionais universais e a persistência da desigualdade
O problema da persistência da desigualdade racial no contexto da modernização
O problema da persistência da desigualdade de classe no contexto da modernização
A modernização da sociedade brasileira e a desigualdade educacional

Parte 2. A Pesquisa Empírica

Objetivo geral
Objetivos específicos
Unidade de análise
Escolha da população estudada
Metodologia e análise dos dados
Análise inferencial a partir dos Modelos de Regressão
Principais resultados

Considerações Finais

Referências

Orelha

Ensino Superior, Trabalho e Barreiras Sociais: uma análise contemporânea é um livro que apresenta uma análise da problemática envolvendo a juventude na conclusão do ensino superior e a entrada destes jovens no mercado de trabalho.
Diante do recente contexto de expansão da educação superior no Brasil, para jovens de origem pobre e, dentre estes, também negros, faz-se importante investigar quais os principais fatores intervenientes para o alcance de posições de maior prestígio e renda após a conclusão do ensino superior, identificando os processos de ruptura ou manutenção das estruturas de desigualdade nesta importante etapa da vida adulta.
Neste intuito, o estudo aqui apresentado toma como referência a base de dados de um estudo realizado pela Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG, em 2006, a respeito de ex-alunos que se formaram nesta universidade em períodos distintos: 1980, 1990, 1995 e 2000. Tal estudo considera variáveis de origem e de capital humano, investigando o efeito destas, mediante a conclusão do ensino superior, para compreender as barreiras e as novas possibilidades de transição intrageracional dos egressos que compõem o estudo.
Outro ponto importante consiste em investigar o efeito que a conclusão do ensino superior terá para os seus filhos, ou seja, as gerações futuras. É referência indispensável por apresen-tar os principais aspectos intervenientes nas trajetórias profissionais dos jovens que estão se graduando e se posicionando no mercado de trabalho, haja vista a atual perspectiva do governo federal que considera a promoção da inclusão social a partir do acesso à educação superior.

Referencia

GUIMARãES, Aline Amorim Melgaço. Ensino Superior, Trabalho e Barreiras Sociais: uma análise contemporânea. Campinas: Alínea, 2015.
Outros livros do(s) autor(es)
Veja Também