Como Estudar Direito: para melhor apreender o saber jurídico

Sabe-se que o ensino jurídico contemporâneo evidencia uma série de insuficiências de ordem didático-metodológica que, certamente, repercutem na consecução dos objetivos das disciplinas e programas, no acesso ao conhecimento e na formação de habilidades, tudo o que impede que os formandos desenvolvam suas potencialidades intelectuais e desfrutem adequadamente das possibilidades que o sistema de ensino superior lhes oferece.
Saber o que fazer para estudar e compreender os conteúdos ministrados pelos professores ou conferidos nas fontes bibliográficas orientadas é, de fato, um problema que preocupa a todo estudante de Direito.
Diante dessas questões decidimos redigir a obra Como Estudar Direito: para melhor apreender o saber jurídico. Trata-se de reflexões que permitirão orientar, os atuais e futuros estudantes universitários, para uma melhor forma de estudar e aprender.
A obra servirá como texto básico das disciplinas: Metodologia da Pesquisa Jurídica e Metodologia da Ciência do Direito, Hermenêutica e Interpretação Jurídica; Linguagem Jurídica etc., ministradas nas diversas faculdades de Direito nacionais e estrangeiras.
1a edição
Março/2007
R$54,00
Preço de capa
978-85-7516-182-1
ISBN
252
Páginas
140 x 210 mm
Formato
Abrir na LibriLaboris

Exclusivo para Professores

Solicite um exemplar para análise com 50% de desconto sobre o preço de capa.

.

Sumário

Parte 1 Fundamentos para o Saber Jurídico

Capítulo 1. A caminho do saber jurídico
A universidade como instituição de ensino e pesquisa
Conhecendo alguns problemas antepostos ao êxito do aprendizado universitário
Uma cultura de pesquisa como condição do saber e do ensina
Aprendendo a aprender

Capítulo 2. Dinâmica da aprendizagem jurídica
Dinâmica da aprendizagem
Componentes do processo de aprendizagem
Dos tipos de aprendizagem
A integração da aprendizagem jurídica
Condições necessárias para a aprendizagem jurídica: ruptura com o pensamento precedente

Capítulo 3. Da pré-compreensão ao conhecimento jurídico
Pré-conhecimento, pré-compreensão e conhecimento
Conhecimento científico e conhecimento jurídico
O acesso ao conhecimento jurídico
Conhecimento teórico e prático: visão científica e tecnológica do Direito

Capítulo 4. À procura do conhecimento jurídico
Abordagem de informações
Abordagem e leitura de textos
Distinção entre leitura e interpretação
Distinção entre a leitura e o diálogo
Postura perante um texto
Coesão e coerência textual
Acerca da unidade dos textos

Capítulo 5. As razões da interpretação jurídica
Para uma definição de interpretação
Dialética entre interpretação e compreensão
A interpretação como processo: sujeito e objeto dos processos interpretativos
Aspectos epistemológicos da interpretação: 'o porquê' e o 'para quê' da interpretação jurídica
Acerca da certeza dos processos interpretativos: a necessidade de uma metodologia
Hermenêutica e interpretação jurídica
Acerca da importância do estudo da hermenêutica jurídica para o sistema do Direito positivo
O Direito e a ambivalência das teorias interpretativas

Parte 2
Cadernos de Exercícios Práticos

Unidade I. Contexto comum-ordinário

Unidade II. Contexto jurídico-doutrinário 1

Unidade III. Contexto jurídico-normativo 1

Unidade IV. Contexto jurídico-metodológico

Unidade V. Contexto jurídico-doutrinário 2

Unidade VI. Contexto jurídico-normativo 2

Referências

Referencia

SERRANO, Pablo Jiménez. Como Estudar Direito: para melhor apreender o saber jurídico. Campinas: Alínea, 2007.