Porque Escrever é Fazer História: revelações, subversões, superações

Guilherme do Val Toledo Prado e Rosaura Soligo (orgs.)
Este livro reúne artigos que narram, em sua maioria, experiências de formação que privilegiam o trabalho com a leitura e a escrita. Bem sabemos quão grande desafio é escrever, e quanta persistência é necessária para assumi-lo. O fato é que a escrita nos permite conhecer melhor quem somos, pessoal e profissionalmente.
1a edição
Julho/2007
R$62,00
Preço de capa
978-85-7516-201-9
ISBN
368
Páginas
16 x 23 mm
Formato
Português
Idioma
Abrir na LibriLaboris

Exclusivo para Professores

Solicite um exemplar para análise com 50% de desconto sobre o preço de capa.

.

Sumário

Prefácio
Rui Canário

Apresentação

Parte I - Revelações

Capítulo 1
Leitura e Escrita: dois capítulos desta história de ser educador
Rosaura Soligo e Guilherme do Val Toledo Prado

Capítulo 2
Memorial de Formação - quando as memórias narram a história da formação...
Guilherme do Val Toledo Prado e Rosaura Soligo

Capítulo 3
As Memórias nos Clássicos e nossas Clássicas Memórias
Renata Barrichelo Cunha

Parte II - Subversões

Capítulo 4
O Escritor e seu Outro
Ednacelí Abreu Damasceno Mota

Capítulo 5
Escrita de Si: um ponto na linha do avesso
Carla Clauber da Silva Ropelato e Roselete Fagundes Aviz de Souza

Capítulo 6
Entre a Disciplina e a (Re)invenção: a escrita das professoras no cotidiano escolar e nos entremeios do discurso pedagógico
Carla Helena Fernandes

Capítulo 7
Memórias de Escrita e Desenvolvimento da Competência Escritora na Formação de Professoras: uma experiência no 'Portal da Amazônia'
Maria Ivonete Barbosa Tamboril

Capítulo 8
Memórias de Professores na Pesquisa em Educação: experiências que reexistem
Adriana Varani

Capítulo 9
Memórias e Quintais
Eliane Greice Davanço Nogueira

Capítulo 10
Escrita de Professoras: estratégia de formação e instrumento de valorização profissional
Marli Lúcia Tonatto Zibetti

Capítulo 11
Resistência, Dificuldades e Avanços: o registro escrito como estratégia de formação na Universidade
Elisabete Carvalho de Melo

Capítulo 12
Ler e Escrever, a quem Será que se Destina? Uma abordagem sobre ensino da leitura e da produção de textos no Ensino Superior
Midian Garcia e Rosana Dutoit

Capítulo 13
Leitura e Escrita: possibilidades para a reflexão
Laura Noemi Chaluh

Capítulo 14
A Experiência da Escrita - ou reflexões sobre relatos de formação docente narrados na liberdade da leitura
Inês Henrique dos Santos

Capítulo 15
Uma Experiência de Produção Coletiva de Textos
Cláudia Roberta Ferreira

Parte III - Superações

Capítulo 16
A Escrita como Pretexto de Reflexão da Prática Pedagógica e como Estratégia de Intervenção na Formação de Professores
Mônica Matie Fujikawa

Capítulo 17
A Escrita dos Professores: instrumento de reflexão sobre a prática pedagógica
Maria da Conceição de Carvalho Rosa (Nalu)

Capítulo 18
O Relatório de Aprendizagem como Estratégia de Avaliação Formativa e de Desenvolvimento Profissional Docente
Josélia Neves

Capítulo 19
O que Revelam Profissionais da Educação quando Refletem por Escrito sobre sua Trajetória Profissional
Marliza Bodê de Moraes

Capítulo 20
Ler para Simplesmente Ler. Ler para Melhor Escrever.
Débora Vaz e Rosangela Veliago

Capítulo 21
A Escrita dos Diários no Processo de Formação Profissional
Ester M. Broner

Capítulo 22
Venho por meio desta...
Rosaura Soligo

Sobre os Autores

GEPEC

Abaporu