Microeconomia: teoria, questões e exercícios

Fleury Cardoso da Cunha
Este livro é dirigido aos alunos dos cursos de Economia, Contábeis e Administração de Empresas, bem como aos das demais áreas que necessitam de um apoio de informação sobre esse ramo da economia. É dividido em três etapas principais: teoria do consumidor, teoria do produtor e formação de preços de mercado. As funções econômicas são mostradas de uma forma bem objetiva e vão encaminhando o leitor para um raciocínio participativo, com demonstrações fáceis sobre seus comportamentos, à medida que a matéria vai se aprofundando. O apoio matemático empregado em cada assunto é tratado com o máximo de demonstração, relembrando, de maneira prática, o emprego dos conceitos adquiridos em disciplinas anteriores.
No final de cada capítulo, são propostos exercícios que abordam os pontos mais importantes para concretizar o aprendizado, e sempre um deles encontra-se solucionado como exemplo, para servir de modelo a seguir. São propostas também questões teóricas que envolvem o conteúdo abordado em cada tópico.
1a edição
Março/2004
R$79,00
Preço de capa
85-7516-083-4
ISBN
304
Páginas
170 x 240 mm
Formato

Exclusivo para Professores

Solicite um exemplar para análise com 50% de desconto sobre o preço de capa.

.

Material Complementar

Alguns materiais possuem acesso restrito a Professores cadastrados.

Já sou cadastrado Desejo me cadastrar

  • Respostas dos exercícios (PDF) Acesso Restrito

Sumário

Prefácio
Índice das Figuras
Índice das Tabelas
Abreviações Utilizadas neste Trabalho
Apresentação

Parte 1 – Teoria do Consumidor

Capítulo 1 - Introdução à Teoria da Demanda
1.1 A Demanda
1.2 A Função Demanda
1.2.1 Um Exemplo de Função Demanda
1.2.2 Exercícios sobre Função Demanda
1.2.3 Questões Teóricas sobre Demanda

Capítulo 2 – Fatores Que Afetam a Função Demanda
2.1 Um Estudo dos Principais Fatores
2.1.1 O Fator Preço, como o Fator Mais Importante
2.1.1.1 Exercícios sobre Fator Preço
2.1.1.2 Exercícios sobre Fator Preço, sem a Função
2.1.1.3 Questões Teóricas sobre Fator Preço
2.1.2 O Fator Renda
2.1.2.1 Exercícios sobre Fator Renda
2.1.2.2 Questões Teóricas sobre Fator Renda
2.1.3 O Fator Relacionamento entre os Bens Econômicos
2.1.3.1 Os Produtos Substitutos
2.1.3.2 Os Produtos Complementares
2.1.3.3 Exercícios sobre Relacionamento entre Produtos
2.1.3.4 Questões Teóricas sobre Relacionamento entre Produtos

Capítulo 3 – Introdução à Teoria da Oferta
3.1 A Oferta
3.2 A Função de Oferta
3.2.1 Um Exemplo de Função de Oferta
3.2.2 Exercícios sobre Função de Oferta

Capítulo 4 – Fatores Que Afetam a Função Oferta
4.1 O Fator Preço
4.1.1 Exercícios sobre Fator Preço
4.1.2 Questões Teóricas sobre Fator Preço
4.2. Outros Fatores que Afetam a Função Oferta
4.2.1 O Fator Mão-de-Obra como Exemplo
4.3 Exercícios sobre Deslocamento da Função de Oferta
4.4 Questões Teóricas sobre Fatores que Afetam a Oferta

Capítulo 5 – O Ponto de Equilíbrio
5.1 O Conceito de Ponto de Equilíbrio
5.2 Casos Especiais de Não Equilíbrio
5.3 Exercícios sobre Ponto de Equilíbrio
5.4 Exercícios sobre Ponto de Equilíbrio com as Funções de Demanda e Oferta .
5.5 Questões Teóricas sobre Ponto de Equilíbrio

Capítulo 6 – O Desequilíbrio de Mercado
6.1 O Desequilíbrio Via Fator Preço
6.1.1 Exercícios sobre Desequilíbrio Via Fator Preço
6.2 O Desequilíbrio Via Fator Renda do Consumidor
6.3 Exercícios sobre Desequilíbrio
6.4 Desequilíbrio Via Alteração de um Fator que Influi sobre a Função Oferta
6.4.1 Exercícios sobre Desequilíbrios Através de Variações nas Quantidades de Um Fator que Influi sobre a Oferta
6.4.2 Exercícios com Variações de Fatores Afetando a Oferta e a Demanda
6.5 Questões Teóricas sobre Desequilíbrio

Capítulo 7 – A Teoria da Elasticidade
7.1 A Elasticidade-Preço-Demanda
7.2 A Elasticidade-Preço no Arco
7.2.1 Exercícios sobre Elasticidade-Arco
7.3 A Elasticidade-Preço no Ponto
7.3.1 O Valor da Elasticidade e o Tipo de Produto
7.3.1.1 A Elasticidade-Preço Unitária
7.3.1.2 A Elasticidade-Preço da Demanda Elástica
7.3.1.3 A Elasticidade-Preço da Demanda Inelástica
7.3.2 Casos Especiais de Elasticidade-Preço
7.3.3 Exercícios sobre Elasticidade-Preço no Ponto
7.3.4 Questões Teóricas sobre Elasticidade-Preço no Ponto
7.4 A Elasticidade-Renda
7.4.1 Exercícios sobre Elasticidade-Renda
7.4.2 Questões Teóricas sobre Elasticidade-Renda
7.5 A Elasticidade Cruzada
7.5.1 Produtos Substitutos
7.5.2 Produtos Complementares
7.5.3 Produtos Não Relacionados
7.5.4 Exercícios sobre Elasticidade Cruzada
7.5.5 Questões Teóricas sobre Elasticidade Cruzada

Capítulo 8 - O Dispêndio Total do Consumidor e a Relação com a Elasticidade
8.1 Exercícios sobre Dispêndio Total e a Elasticidade
8.2 Questões Teóricas sobre Dispêndio Total

Capítulo 9 - A Elasticidade da Oferta
9.1 Elasticidade Igual a Um
9.2 Elasticidade Maior que Um
9.3 Elasticidade Menor que Um
9.4 Uma Outra Análise

Capítulo 10 – A Teoria Clássica da Utilidade
10.1 A Utilidade Total, a Média e a Marginal
10.1.1 A Utilidade Total (UT)
10.1.2 A Utilidade Média (UMé)
10.1.3 A Utilidade Marginal (UMg)
10.2 A Relação entre UMg, Renda e Preço do Produto
10.3 Exercícios sobre Utilidade

Capítulo 11 – A Teoria das Curvas de Indiferença (CI)
11.1 Taxa Marginal de Substituição (TMgS)
11.2 As Características das Curvas de Indiferença
11.3 A Reta de Possíveis Combinações (RPC) ou de Restrição Orçamentaria

Capítulo 12 - A Maximização da Satisfação do Consumidor
12.1 A Curva de Renda-Consumo
12.2 A Curva de Preço-Consumo
12.3 Exercícios sobre Maximização da Satisfação do Consumidor
12.4 Exercícios de Maximização com Variações dos Dados
12.5 Questões sobre Teoria Clássica da Utilidade

Parte 2 - Teoria da Oferta

Capítulo 13 - A Teoria Clássica da Produção
13.1 Uma Função Simples de Produção: com o Emprego de Dois Fatores de Produção
13.1.1 A Função Produção Total (PT)
13.1.2 A Função Produção Média (PMé)
13.1.3 A Função Produção Marginal (PMg)
13.1.4 Analisando as Funções de Produção
13.2 Lei dos Rendimentos Decrescentes
13.3 O Estilo da Função Produção Média
13.4 A PT e as Relações com a PMg
13.5 Os Estágios de Produção
13.5.1 Determinação dos Estágios de Produção
13.5.2 As Características dos Estágios
13.5.2.1 O Primeiro Estágio de Produção
13.5.2.2 O Segundo Estágio de Produção
13.5.2.3 O Terceiro Estágio de Produção
13.5.3 A Decisão de Onde Produzir
13.5.4 Exercícios com Tabelas sobre Estágios de Produção
13.5.5 Exercícios Utilizando a Função Produção Total
13.5.6 Questões sobre Teoria Clássica da Produção

Capítulo 14 – A Produção Econômica com 2 Fatores Variáveis
14.1 A Função Isoproduto (Isopr)
14.1.1 As Características das Isoprodutos
14.1.2 Otimização na Combinação dos Fatores de Produção
14.1.3 Taxa Marginal de Substituição Técnica (TMgST)
14.2 A Função Isocusto (Isoc)
14.3 A Maximização da Produção
14.3.1 Os Métodos de Expansão da Empresa
14.4 Exercícios sobre Maximização da Produção
14.5 Questões Teóricas sobre a Produção com Dois Fatores Variáveis

Capítulo 15 - A Elasticidade, a Função Exponencial e os Rendimentos de Escala de Produção
15.1 A Elasticidade da Produção
15.1.1 As Formulas de Elasticidade da Produção
15.2 A Função de Produção do Tipo Exponencial
15.2.1 As Funções Exponenciais com Dois Fatores
15.2.2 Exercícios sobre Funções Exponenciais
15.3 Rendimentos de Escala de Produção
15.3.1 Tipos de Rendimentos de Escala de Produção
15.3.1.1 Rendimentos Crescentes
15.3.1.2 Rendimentos Constantes
15.3.1.3 Rendimentos Decrescentes
15.3.2 Distinção entre Rendimentos Decrescentes e Rendimentos de Escala de Produção

Capítulo 16 - Os Custos Econômicos de Produção
16.1 A Denominação dos Custos de Produção
16.2 Custos de Produção a Curto Prazo
16.2.1 As Curvas Totais
16.2.2 As Curvas Unitárias
16.3 As Formulas para Determinação dos Custos
16.4 As Curvas de Custos Econômicos de Produção
16.4.1 A Construção das Curvas Totais
16.4.2 A Construção das Curvas Unitárias
16.4.2.1 A Função de Custo Fixo Médio
16.4.2.2 As Demais Funções de Custos Unitários
16.5 Exercícios com Tabelas de Custos de Produção
16.6 As Funções de Custos de Produção não Lineares
16.7 Taxa Ideal de Produção (TIP) ou Nível Ótimo de Produção
16.8 Exercícios sobre Taxa Ideal de Produção
16.9 As Curvas de Custos Econômicos a Longo Prazo
16.10 Relações entre os Custos e as Funções de Produção

Parte 3 - Formação de Preços e de Estrutura de Mercado

Capítulo 17 - Introdução à Teoria de Mercado
17.1 A Estrutura de Mercado de Concorrência Perfeita
17.1.1 Formação de Preço e Produção em Concorrência Perfeita
17.1.2 Formação de Preço da Firma no Mercado de Concorrência Perfeita
17.1.3 A Teoria da Receita
17.1.4 Ponto de Equilíbrio
17.1.5 A Função Lucro de Produção
17.2 As Funções de Custos Não Lineares
17.2.1 A Maximização através das Curvas Totais
17.2.2 A Maximização através das Curvas Unitárias
17.3 Onde, Quando e Quanto Produzir
17.4 As Relações entre as Curvas de Custos Totais e as Curvas Unitárias
17.5 Exercícios sobre Ponto de Equilíbrio
17.6 Exercícios sobre Operacionalidade da Firma - Lucro Total ( )
17.7 Um Exemplo Literal, com um Gráfico de Curvas Unitárias, para Demonstrar as Relações com as Curvas Totais
17.8 Exercícios com Tabelas de Custos e Maximização de Lucros
17.9 Um Exemplo de Custos para Criação de Uma Micro Empresa
17.10 Questões Teóricas sobre Maximização de Lucros em Concorrência Perfeita

Capítulo 18 - O Comportamento da Firma e da Indústria no Mercado de Concorrência Perfeita
18.1 A Indústria
18.2 A Tributação no Mercado em Concorrência Perfeita
18.2.1 O Imposto Global (IG)
18.2.1.1 Os Custos Antes do Imposto Global
18.2.1.2 Os Custos com o Imposto Global
18.2.1.3 Efeitos de um Imposto Global sobre uma Firma em Concorrência Perfeita
18.2.2 O Imposto Específico (IE)
18.2.2.1 Os Custos com o Imposto Específico
18.2.2.2 Efeitos de um Imposto Específico sobre uma Empresa em Concorrência Perfeita
18.2.3 Exercícios sobre Impostos em Concorrência Perfeita
18.2.4 Questões Teóricas sobre Impostos no Mercado de Concorrência Perfeita

Capítulo 19 - O Longo Prazo e o Ajustamento da Produção

Capítulo 20 - Os Custos dos Fatores na Indústria de Concorrência Perfeita
20.1 A Indústria de Custos Constantes
20.2 A Indústria de Custos Crescentes
20.3 A Indústria de Custos Decrescentes

Capítulo 21 - A Formação de Preço de Mercado em Concorrência de Monopólio
21.1 Introdução ao Mercado Monopolista
21.2 Fatores que podem Conduzir ao Monopólio de Setores Econômicos
21.2.1 As Patentes
21.2.2 O Controle de Recursos Primordiais
21.2.3 As Economias de Escala de Produção
21.2.4 As Licenças Governamentais e as Concessões
21.3 A Maximização dos Lucros a Curto Prazo
21.3.1 As Funções de Receita
21.4 A Elasticidade no Monopólio
21.4.1 A Elasticidade e a Receita Marginal
21.4.2 Os Valores Possíveis da Elasticidade
21.5 Os Custos de Produção e a Formação de Preços no Mercado de Monopólio
21.5.1 A Maximização de Lucros no Monopólio
21.5.1.1 A Maximização Através das Curvas Totais
21.5.1.2 A Maximização Através das Curvas Unitárias
21.5.1.3 Exercícios Sobre Ponto de Equilíbro
21.5.2 Algumas Verdades sobre Monopólio
21.5.2.1 Situações de Produção com Prejuízo no Monopólio
21.5.2.2 Uma Situação onde Ocorre Lucro Extraordinário
21.5.3 A Determinação de Preço através de Formula Prática
21.5.4 Exercícios sobre Custos no Monopólio
21.5.5 Um Exemplo sobre Maximização da Produção no Monopólio que gera um Prejuízo
21.6 O Imposto no Monopólio
21.6.1 O Imposto Global (IG)
21.6.2 O Imposto Específico (IE)
21.6.2.1 Os Custos Antes do Imposto
21.6.2.2 Os Custos Após o Imposto Específico
21.6.3 Exercícios sobre Imposto Específico no Mercado Monopolista
21.7 Os Ajustamentos no Longo Prazo no Mercado Monopolista
21.8 A Regulamentação do Monopólio
21.9 Discriminação de Preços no Monopólio
21.9.1 Discriminação de Preços de Primeiro Grau
21.9.2 Discriminação de Preços de Segundo Grau Discriminação de Preços de Terceiro Grau
21.10 Questões Teóricas sobre o Mercado Monopolista

Capítulo 22 - A Formação de Preço no Mercado de Concorrência Monopolística
22.1 A Maximização de lucros no Mercado de Concorrência Monopolística
22.2 Comparações entre o Mercado de Concorrência Monopolística e Perfeita

Capítulo 23 - Formação de Preço de Mercado em Concorrência de Oligopólio
23.1 Considerações Gerais
23.2 Os Modelos Teóricos de Oligopólio
23.2.1 O Modelo de Cournot
23.2.1.1 As Funções de Reação para os Duopolistas no Modelo de Cournot
23.2.1.2 A Resolução Matemática do Modelo de Cournot
23.2.1.3 A Análise das Curvas de Reação
23.2.1.4 Exercícios sobre o Modelo de Cournot
23.2.2 O Modelo de Bertrand
23.2.3 O Modelo de Stackelberg
23.2.4 Um Quadro Comparativo dos Modelos de Oligopólio O Modelo de Oligopólio de Curva Quebrada

Capítulo 24 - A Teoria do Equilíbrio Geral e a Economia do Bem-Estar
Considerações Gerais
A Economia Interdependente
A Teoria do Equilíbrio Geral
O Nível Ótimo de Bem-Estar Social de Pareto
As Condições de Alocações Marginais Eficientes
A Alocação Ótima de Pareto para Dois Consumidores - Eficiência na Troca
A Alocação Ótima de Pareto para Dois Produtores
A Composição Ótima de Produção - Eficiência na Substituição dos Produtos
O Subemprego na Produção

Capítulo 25 - As Externalidades e os Bens Públicos
As Externalidades
Os Bens Públicos

Bibliografia