Do Cincerro das Madrinhas das Tropas de Burros ao Silvo das Sirenes das Locomotivas: o município de Cruzeiro

Gleise Ferreira Sobreiro de Oliveira

Ao longo de sua história, o Vale do Paraíba foi se constituindo em 'região de passagem', estabelecendo ligações com outras importantes regiões do país. O Rio Paraíba indicou o curso; os caminhos apontaram o percurso. Assim, estudar os caminhos, antigos e novos, torna-se obrigação de todos os que procuram resgatar e compreender, de uma forma mais larga e aprofundada, os fundamentos históricos da terra e da gente valeparaibana. Este livro busca enfocar o surgimento e expanção do município de Cruzeiro a partir da simbiose entre o quadro natural - passagem para a região de Minas Gerais através do vale do Passa-Vinte - e quadro humano - os processos históricos do bandeirismo minerador e da chegada da estrada-de-ferro ao sul de Minas Gerais. Fruto dessa associação, nasceram, em terras do município de Cruzeiro, dois núcleos populacionais: o Embaú, embalado pelo cincerro das madrinhas das tropas de burros, e o da Estação, despertado ao som das sirenes das locomotivas. As ações humanas, ao longo do tempo, incumbir-se-iam de fazer emergir o município de Cruzeiro no cenário do Vale do Paraíba.

1a edição
Janeiro/2006
R$25,00
Preço de capa
85-7670-031-X
ISBN
118
Páginas
140 x 210 mm
Formato
Abrir na LibriLaboris

Exclusivo para Professores

Solicite um exemplar para análise com 50% de desconto sobre o preço de capa.

.

Sumário

Prefácio

Introdução

Capítulo 1

Da Simbiose entre o Quadro Físico e o Humano, o Surgimento do Município de Cruzeiro
O quadro físico
O quadro humano

Capítulo 2
No Domínio de uma Rota, a Origem do Município de Cruzeiro
Na trilha bandeirante, o nascimento do povoado do Embaú
Na trilha ferroviária, o nascimento do povoado da estação
Da trilha das tropas à trilha ferroviária

Capítulo 3
Das Tropas de Burros às Marias-Fumaça
O município de Cruzeiro em face do contexto nacional e internacional
Apropriação fundiária e concentração de riquezas
O trabalho escravo
As práticas econômicas: diversidade e transformação
A sociedade cruzeirense à luz dos inventários post-mortem
A formação do universo urbano cruzeirense

Conclusão

Referências

Referências Documentais