Psicoterapias Psicodinâmicas Breves: propostas atuais

O livro apresenta ao leitor diferentes propostas de psicoterapias psicodinâmicas breves da atualidade, compondo um quadro das principais tendências da área e contribuindo para a superação de dificuldades enfrentadas por todo aquele que busca uma visão de conjunto da literatura especializada. É composto basicamente de três capítulos de revisão da literatura, cinco capítulos com as propostas de seus autores originais e um final com considerações gerais sobre as diferentes propostas apresentadas.

3a edição
Revisada
Outubro/2013
R$54,00
Preço de capa
978-85-7516-650-5
ISBN
320
Páginas
14 x 21 cm
Formato
Português
Idioma
Abrir na LibriLaboris

Exclusivo para Professores

Solicite um exemplar para análise com 50% de desconto sobre o preço de capa.

.

Sumário

Prefácio

Capítulo 1
Evolução das Psicoterapias Breves Psicodinâmicas
Elisa Medici Pizão Yoshida

Capítulo 2
Terapia Dinâmica de Tempo Limitado
Maria Leonor Espinosa Enéas

Capítulo 3
O Método do Tema Central de Relacionamento Conflituoso – CCRT
Glaucia Mitsuko Ataka da Rocha

Capítulo 4
Psicoterapia Breve en el Grupo de Santiago de Chile: la indicación adaptativa y el continuo “expressivo-de apoyo”
Guillermo de la Parra

Capítulo 5
Psicoterapia Psicoanalitica Focal del Instituto Ágora (Montevideo)
Denise Defey, Juan H. Elizalde e Jorge Rivera

Capítulo 6
Psicoterapia Psicodinâmica Breve Integrada
Vera Lemgruber, Andréa Junqueira, Ana Stingel e Elizabeth Agostini

Capítulo 7
A Proposta do Núcleo de Estudos e Pesquisa em Psicoterapia Breve para Adultos
Elisa Medici Pizão Yoshida e Maria Leonor Espinosa Enéas

Capítulo 8
Psicoterapia Breve Infantil: a prática com pais e crianças
Tereza Iochico Hatae Mito e Elisa Medici Pizão Yoshida

Capítulo 9
Psicoterapias Breves: uma apreciação final
Maria Leonor Espinosa Enéas e Elisa Medici Pizão Yoshida

Orelha

Ao idealizarmos este livro, pensamos em um manual que tornasse acessível, ao leitor, diferentes propostas de psicoterapias psicodinâmicas breves da atualidade, compondo um quadro das principais tendências da área. Com isso pretendíamos contribuir para a superação das dificuldades enfrentadas por aqueles que buscam uma visão do conjunto da literatura especializada.
Finalizado o trabalho, acreditamos que nosso intento foi atingido e que, efetivamente, o conteúdo reunido é relevante tanto para psicólogos, psiquiatras e psicoterapeutas em geral – que poderão cotejar sua prática com as alternativas aqui apresentadas –, quanto para estudantes de graduação que se iniciam no estudo das psicoterapias breves, ou ainda para profissionais cujas áreas de especialidade mantêm interface com a Psicologia Clínica. Todos eles, certamente, encontrarão, na leitura dos capítulos, fonte de inspiração para a prática e diretrizes para a pesquisa, tão necessárias em nosso meio.
O maior mérito deste trabalho é, no entanto, o dos autores colaboradores, queridos colegas, que prontamente atenderam ao nosso convite e se integraram a este projeto.
Quanto à estrutura, o livro é composto, basicamente, por três capítulos de revisão da literatura, cinco com propostas originais de seus autores e o final, com considerações gerais sobre as diferentes propostas apresentadas, analisando suas peculiaridades e pontos em comum.
Em relação aos três capítulos de revisão, o primeiro apresenta os desenvolvimentos ocorridos no campo das psicoterapias breves nos últimos vinte anos, enfocando as principais propostas segundo o modelo teórico adotado. Os dois seguintes resumem propostas norte-americanas de grande influência na atualidade – a Terapia Dinâmica de Tempo Limitado e a Terapia Suportivo-Expressiva – que não contavam com uma apresentação em português, acessível ao grande público, já que os trabalhos, que as focalizaram, até o momento, restringiam-se a dissertações de mestrado ou teses de doutorado.
Quanto às propostas de psicoterapias apresentadas pelos próprios autores, são todas latino-americanas. As apresentações dos grupos do Chile e do Uruguai evidenciam claramente o compromisso com a realidade sociocultural vivenciada e em muitos aspectos também compartilhada por nós, em que pesem as especificidades dos diferentes países. Na sequência, são três propostas brasileiras: uma do grupo do Rio de Janeiro e as contribuições do grupo ao qual pertencemos – que teve origem no Núcleo de Estudos e Pesquisa em Psicoterapia Breve, de São Paulo – que correspondem a uma modalidade de Psicoterapia Breve para adultos e outra para crianças.

As organizadoras

Referencia

ENéAS, Maria Leonor Espinosa; YOSHIDA, Elisa Medici Pizão (orgs.). Psicoterapias Psicodinâmicas Breves: propostas atuais. 3. ed. Campinas: Alínea, 2013.