Psicanálise & Matemática: [eu] sujeito do inconsciente & eu sujeito da realidade

Transitando por uma exposição cientificamente complexa, porém bem fundamentada, o autor nos coloca a pensar no Ser Humano não como um número, mas como um conjunto de significados que, assim como os números, se transformam sem perder sua essência, seu valor... Esta obra faz esclarecimentos importantes sobre o Eu inconsciente e o Eu consciente, visto que, por se atritarem e se aliarem ao mesmo tempo, ambos podem gerar muitos conflitos na vida do ser humano.

1a edição
Maio/2012
R$40,00
Preço de capa
978-85-7516-593-5
ISBN
136
Páginas
14 x 21 cm
Formato
Português
Idioma
Abrir na LibriLaboris

Exclusivo para Professores

Solicite um exemplar para análise com 50% de desconto sobre o preço de capa.

.

Sumário

Prefácio

Apresentação

Capítulo 1
A Procura do Sintoma

Capítulo 2
Processos Conscientes e Inconscientes

Capítulo 3
O [eu], Sujeito do Inconsciente e o eu, Sujeito da Realidade

Capítulo 4
Linguagem Reflexiva e Simétrica

Capítulo 5
Drama versus Sintoma

Capítulo 6
Uma Abordagem Histórica

Glossário

Referências

Sobre o Autor

Orelha

É com satisfação que me vejo convidada para tecer algumas considerações sobre o Livro Psicanálise & Matemática, uma obra complexa e profunda sobre o Eu sujeito do inconsciente (ID) e o Eu sujeito da realidade (EGO). 
A disposição do autor, em abordar o assunto em questão, é realmente corajosa e desafiadora, uma vez que, para muitos, talvez não haja possibilidade de correlação entre a matemática e o comportamento humano. 
O autor consegue fazer uma correlação psicanalítica entre os elementos de uma linguagem numérica e objetiva, e a linguagem falada, que, por vezes, é subjetiva, e de alguma maneira reflete negativamente na realidade do homem, desde a vida intrauterina. 
Transitando por uma exposição cientificamente complexa, porém bem fundamentada, o autor nos coloca a pensar no Ser Humano não como um número, mas como um conjunto de significados que, assim como os números, se transformam sem perder sua essência, seu valor... 
Essa transformação, permito-me chamar de evolução. Evolução que só pode ocorrer a partir do conhecimento de si próprio, e da mudança de percepção e atitudes. 
Esta obra faz esclarecimentos importantes sobre o Eu inconsciente e o Eu consciente, visto que, por se atritarem e se aliarem ao mesmo tempo, juntos, ambos podem gerar muitos conflitos na vida do ser humano. 
Desta forma, parabenizo o autor pelo admirável trabalho, e convido o leitor a descobrir as revelações inquietantes que o livro traz.

Silvia de Souza
Psicanalista e Assistente Social



Coragem de criar, de dizer algo em nome próprio, de se lançar... o que pode parecer pequeno para alguns, pode ser algo essencial no percurso de um psicanalista. Hélio foi ousado no tema, tal como Lacan buscou, em áreas como a Lógica Matemática, instrumentos para tratar questões da Psi-canálise. A Matemática constitui um saber derivado, porém não integrante do campo científico porque resulta de uma operação de subversão do objeto pelo viés do sujeito. Atento ao dizer de Lacan de que “cabe a cada psicanalista reinventar a Psicanálise”, Hélio Cyrino foi capaz de trazer suas elaborações como matemático e psi-canalista oferecendo, a quem possa in-teressar, reflexões e provocações sobre os processos inconscientes.

Ana Dourado 
Psicóloga Membro da Escola 
de Psicanálise de Campinas

Referencia

CYRINO, Hélio. Psicanálise & Matemática: [eu] sujeito do inconsciente & eu sujeito da realidade. Campinas: Alínea, 2012.
Veja Também