Educação popular e a luta pela terra no Timor-Leste

O presente livro se destina a todas as pessoas que almejam a construção de um outro mundo possível, por meio da educação popular, de forma mais específica, às lideranças de movimentos sociais, professores e pesquisadores que buscam aprender com outras experiências populares de educação relacionadas à luta pela terra, sobretudo no que se refere às experiências oriundas do Sul global.

1a edição
Março/2022
R$54,00
Preço de capa
978-65-5755-034-2
ISBN
160
Páginas
16 x 23 cm
Formato
Português
Idioma
DISPONÍVEL EM E-BOOK
Abrir na LibriLaboris
Abrir na Amazon.com

Exclusivo para Professores

Solicite um exemplar para análise com 50% de desconto sobre o preço de capa.

.

Sumário

Prefácio

Apresentação

Capítulo 01
Apontamentos históricos acerca da educação em Timor-Leste

Capítulo 02
A questão da terra em Timor-Leste e a formação da UNAER
O camponesinato e a UNAER
A questão da terra no Timor-Leste e em Ermera no período que antecede à restauração da independência
A questão da terra pós-restauração da independência e a formação da UNAER
O papel atual da UNAER na luta pela terra no país
A UNAER e a Educação Popular

Capítulo 03
A formação do Instituto de Economia Fulidaidai-Slulu
Fatores demandantes para a criação do IEFS
A construção do IEFS
Um breve panorama acerca dos encontros que geraram o IEFS (a partir de 2013)

Capítulo 04
O currículo do IEFS na perspectiva da Educação Popular camponesa
O currículo e as disciplinas: uma reflexão práxica
Diversificação da Agricultura
Escrita do Diário
Educação Popular
Educação Ambiental e Florestal
Política da República Democrática de Timor-Leste
Economia Fulidaidai-Slulu
Agricultura Integrada
Pedagogia Ukun rasik an
Cultura Popular
Pedagogia da Terra Maubere
Adubação Orgânica
Reforma Agrária

Capítulo 05
O IEFS: entre a utopia e a possibilidade real para o desenvolvimento leste-timorense

Considerações finais

Referências

Lista de Siglas

Anexos

Orelha

O presente livro se destina a todas as pessoas que almejam a construção de um outro mundo possível, por meio da educação popular, de forma mais específica, às lideranças de movimentos sociais, professores e pesquisadores que buscam aprender com outras experiências populares de educação relacionadas à luta pela terra, sobretudo no que se refere às experiências oriundas do Sul global. Exterioriza a Educação Popular com base na construção da universidade popular camponesa no Timor-Leste, intitulada Instituto de Economia Fulidaidai-Slulu (IEFS). Esta, interpretada como utopia de universidade para o século XXI, levando em conta a questão da terra e o papel do principal movimento social do campo no país: a União dos Agricultores de Ermera em Timor-Leste (UNAER).
A obra é fruto de pesquisas realizadas entre os anos de 2013 e 2015, por meio de atividades desempenhadas junto à Cooperação Educacional Oficial do Brasil no Timor-Leste (PQLP/CAPES); bem como pelas atividades de pesquisa realizadas entre 2017 e 2018, em meio ao Projeto de Mobilidade Internacional (AULP/CAPES), na qualidade de doutorado sanduíche, desempenhadas junto à Universidade Nacional de Timor Lorosa’e.

Referencia

PENTEADO URBAN, Samuel. Educação popular e a luta pela terra no Timor-Leste. Campinas: Alínea, 2022.