Cidades e Aeroportos no Século XXI

Josmar Cappa

O intuito desta obra é subsidiar a formulação de políticas públicas de gestão aeroportuária para, de um lado, antever problemas e soluções nas relações entre cidades e aeroportos. De outro, viabilizar a melhor inserção do aeroporto junto à dinâmica urbana e econômica da cidade, com objetivo de utilizá-lo como estratégia de indução do desenvolvimento local e regional para gerar emprego, renda e tributos diante da economia contemporânea.

1a edição
Maio/2013
R$54,00
Preço de capa
978-85-7516-641-3
ISBN
226
Páginas
16 x 23 cm
Formato
Português
Idioma
Abrir na LibriLaboris

Exclusivo para Professores

Solicite um exemplar para análise com 50% de desconto sobre o preço de capa.

.

Sumário

Prefácio

Introdução

Capítulo 1
Transporte como Infra­estrutura Estratégica para o Desenvolvimento Econômico
Integração entre os modais de transportes: o maior dilema nas relações entre cidades e aeroportos

Capítulo 2
Regulamentações Internacionais sobre Transporte Aéreo
Órgãos governamentais sobre transporte aéreo

Capítulo 3
Organização do Transporte Aéreo no Brasil depois da Primeira Guerra Mundial
Iniciativas governamentais para organizar o transporte aéreo no Brasil

Capítulo 4
Implicações da Segunda Guerra Mundial para o Transporte Aéreo no Brasil
Integração regional aérea do Brasil depois da década de 1960

Capítulo 5
Influências da Infraero na Administração Aeroportuária do Brasil
Características da administração aeroportuária no Brasil

Capítulo 6
A Importância de Campinas (SP) para o Aeroporto Internacional de Viracopos
Localização geográfica estratégica de Campinas no século XXI

Capítulo 7
A Importância da Região Metropolitana de Campinas (SP) para o Aeroporto Internacional de Viracopos
Características institucionais da Região Metropolitana de Campinas

Capítulo 8
Dinâmica da Economia Contemporânea: redes mundiais de inovação, produção e comercialização de mercadorias
Análise dos investimentos anunciados na região de Campinas entre 2010-2012

Relação das Siglas Citadas no Texto

Referências

Anexo

Orelha

Neste estudo, o aeroporto é analisado como infraestrutura estratégica para o desenvolvimento econômico, diante da economia contemporânea organizada pela grande empresa em redes mundiais de inovação, produção e comercialização de mercadorias. A grande empresa organiza a produção de mercadorias em larga escala no mercado mundial, de forma diversificada e fragmentada, com estoques mínimos regulados pelo sistema just-in-time e pela logística integrada da cadeia de suprimentos. A troca de mercadorias envolve distâncias continentais e nacionais e menos regionais e locais, e necessita de sistema de transporte multimodal.
O trabalho diferencia-se pela perspectiva de análise integrada, na medida em que aborda a organização do transporte aéreo e a dos aeroportos no Brasil como partes do processo de industrialização ocorrido no século XX e, também, como estratégia para a integração regional aérea do país e para a defesa da soberania nacional.
A Região de Campinas (SP) e o Aeroporto Internacional de Viracopos são utilizados como estudo de caso sobre as relações econômicas entre cidades e aeroportos no século XXI. Diferente de outros aeroportos no país, construídos ou ampliados frente à economia do século XX, Viracopos está por ser ampliado, no contexto econômico do século XXI, para tornar-se centro aeroportuário da América Latina.
O intuito da obra é de subsidiar a formulação de políticas públicas de gestão aeroportuária para, de um lado, antever problemas e soluções nas relações entre cidades e aeroportos. De outro, viabilizar a melhor inserção do aeroporto junto à dinâmica urbana e econômica da cidade, com objetivo de utilizá-lo como estratégia de indução do desenvolvimento local e regional para gerar emprego, renda e tributos diante da economia contemporânea.