Subjetividade, Ideologia e Educação

Sílvio Gallo

Subjetividade, Ideologia e Educação Subjetividade, Ideologia e Educação

Sinopse

Como age a instituição escolar no processo capitalístico de fabricação de subjetividades? Qual a relação da produção de subjetividades com o fenômeno da ideologia e da construção social das ideias? Este livro procura compreender filosoficamente essas questões. Na construção deste ensaio, tomei como “fio de Ariadne” a temática da ideologia e sua relação com o sujeito. Parto da concepção marxista da ideologia, fazendo uma revisão do conceito tal como aparece nas principais obras de Marx e Engels, analisando as concepções de Gramsci sobre a questão e concluindo com um marxista proscrito, Althusser, que teve o mérito de ser um dos primeiros a colocar a relação da ideologia com o sujeito, em seu famoso ensaio sobre os aparelhos ideológicos de Estado.

Sumário

Prefácio


Capítulo 1
A Concepção Marxista de Ideologia
Marx e Engels: a ideologia como “câmara escura”
Antonio Gramsci: a ideologia como “cimento” social
Louis Althusser: a ideologia e o sujeito


Capítulo 2
Por uma Fenomenologia da Ideologia
Uma concepção fenomenológica da consciência
Ideologia e consciência: o vínculo da materialidade
Ideologia e territorialização: a reprodução da produção
Ideologia e subjetividade: as duas faces de uma mesma moeda


Capítulo 3
Escola, Ideologia e a Construção do Sujeito


Apêndice
O Escravismo como Modo de Produção de Subjetividade
A gênese do escravismo e seu desenvolvimento
Estrutura de classes
Modos de produção e subjetividade


Referências

Referência Bibliográfica

GALLO, Sílvio. Subjetividade, Ideologia e Educação. 2. ed. Campinas: Alínea, 2019.