Psicologia Escolar: LDB e educação Hoje

Raquel Souza Lobo Guzzo (org.)

No presente livro, uma plêiade de pesquisadores enfoca temas que têm, direta ou indiretamente, relação com a LDB. Olham e estudam a realidade educacional de vários prismas, contrapondo o previsto na lei ou partindo dela para ver que caminhos traçar. O leitor, certamente, encontrará, aqui, textos que enriquecerão seus conhecimentos, que o levarão a repensar a realidade brasileira e convites à busca de novos saberes, isto é, à pesquisa.

Coleção Psicologia Escolar e Educacional
4a edição
Revisada
Junho/2012
R$41,00
Preço de capa
978-85-7516-577-5
ISBN
156
Páginas
14 x 21 cm
Formato
Português
Idioma
Abrir na LibriLaboris
.

Sumário

Prefácio à Nova Edição

Apresentação

Capítulo 1
Psicologia, Educação e LDB: novos desafios para velhas questões?
Zilda Aparecida Pereira Del Prette

Capítulo 2
Psicologia Escolar e a Nova Conjuntura Educacional Brasileira
Ana Maria Torezan

Capítulo 3
A Formação do Psicólogo Escolar e os Impasses Entre a Teoria e a Prática
Vera Lúcia Trindade Gomes

Capítulo 4
O Psicólogo no Cotidiano da Escola: ressignificando a atuação profissional
Sandra Francesca Conte de Almeida

Capítulo 5
A Convivência em Novos Espaços e Tempos Educativos
Maria Helena Novaes

Capítulo 6
Psicólogo Escolar no Ensino Superior e a Lei de Diretrizes e Bases
Geraldina Porto Witter

Capítulo 7
Novo Paradigma para a Formação e Atuação do Psicólogo Escolar no Cenário Educacional Brasileiro
Raquel Souza Lobo Guzzo

Anexo 1
Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996

Anexo 2
Lei nº 9.475, de 22 de julho de 1997
Lei nº 9.536, de 11 de dezembro de 1997

Sobre os Autores

Orelha

No presente livro, uma plêiade de pesquisadores enfoca temas que têm, direta ou indiretamente, relação com a LDB. Olham e estudam a realidade educacional de vários prismas, contrapondo o previsto na lei ou partindo dela para ver que caminhos traçar. 
O mundo passa por rápidas e profundas mudanças que nem sempre encontram o 
devido suporte na educação e nos que nela atuam. As mudanças educacionais deveriam anteceder às sociais, profissionais etc. Entretanto, elas sofrem de demora cultural, de-pendem de mudanças de legislação, de caldo cultural etc. 
A última LDB tem justamente este aspecto, não cria nem renova legalmente, tendo em 
vista o ritmo, as características e a educação pretendidas para o século vindouro. É preciso estudá-la para aproveitar ao máximo o que ela pode viabilizar, prever, organizar e planejar para superar suas limitações. 
Os autores — professores de cursos de pós-graduação em Psicologia, cuja temática central é a Psicologia Escolar e/ou Educacional — são produtores de conhecimento e formadores de recursos humanos para o ensino, a pesquisa e a atuação na área. 
O leitor, certamente, encontrará, aqui, textos que enriquecerão seus conhecimentos, que o levarão a repensar a realidade brasileira e convites à busca de novos saberes, isto é, à pesquisa.
É uma boa oportunidade de partilhar vivências, conhecimentos e ansiedades aos rumos educacionais do Brasil.

Veja Também