Psicologia dos Processos de Desenvolvimento Humano: Cultura e Educação

Maria Cláudia Santos Lopes de Oliveira, Jane Farias Chagas-Ferreira, Gabriela Sousa de Melo Mieto e Rossana Beraldo (orgs.)

Na contemporaneidade, a Psicologia do Desenvolvimento Humano está sendo instada a assumir o compromisso de derrubar as barreiras socioculturais que impediram o pleno respeito às diferenças e à diversidade humana que ela, no passado, ajudou a erguer.
A constituição histórica da área ocorreu em estreita vinculação com a educação, campo disciplinar marcado por uma orientação normativa e normalizante que perpassou a compreensão psicológica dos seres humanos. Talvez por essa razão, com frequência, o tema das diversidades − étnico-culturais, sociais, identitárias, religiosas, políticas, de gênero, de ritmos e direções de desenvolvimento – obtiveram pouca atenção da ciência psicológica. Portanto, no trabalho de resgate desses temas, a pesquisa psicológica tem importante papel a cumprir.

1a edição
Maio/2016
R$53,00
Preço de capa
978-85-7516-770-0
ISBN
220
Páginas
16 x 23 cm
Formato
Português
Idioma
Abrir na LibriLaboris
.

Sumário

Apresentação

Parte 1 - Desenvolvimento Humano: elaborações teórico-metodológicas

Capítulo 1
Desenvolvimento Humano: aproximações a uma perspectiva semiótica e dialógica
Alba Cristhiane Santana e Maria Cláudia Santos Lopes de Oliveira

Capítulo 2
A Perspectiva Histórico-cultural: contribuições para o estudo da identidade
Cândida Beatriz Alves e Regina Lúcia Sucupira Pedroza

Capítulo 3
Ensino, Aprendizagem e Desenvolvimento: contribuições da teoria da atividade
Marta Sueli de Faria Sforni

Capítulo 4
Desenvolvimento Humano Adulto e Mediação Estética: contribuições para a formação profissional
Ana Clara Manhães Mendes e Claisy Maria Marinho-Araujo

Capítulo 5
O Estudo da Produção de Significados em Interações: metodologias qualitativas
Silviane Barbato, Gabriela Sousa de Melo Mieto e Alberto Rosa

Parte 2 - Processos de Desenvolvimento em Contexto de Diversidade

Capítulo 6
O Desenvolvimento do Talento numa Perspectiva do Curso de Vida
Jane Farias Chagas-Ferreira

Capítulo 7
Novos Paradigmas para a Educação dos Superdotados: a questão dos estudantes underachievers e com dupla excepcionalidade
Vanessa Terezinha Alves Tentes, Denise de Souza Fleith e Leandro S. Almeida

Capítulo 8
Educação Inclusiva na Educação do Campo: a Psicologia na formação de professores para a construção de novas possibilidades de atuação
Juliana Crespo Lopes, Lúcia Helena Cavasin Zabotto Pulino e Cléria Botelho da Costa

Capítulo 9
Inclusão e Bilinguismo: os desafios da escolarização de surdos
Carine Mendes da Silva, Daniele Nunes Henrique Silva e Mônica Pereira dos Santos

Capítulo 10
O Bullying na Perspectiva da Psicologia Cultural
Raquel Gomes Pinto Manzini e Angela Uchoa Branco

Orelha

Na contemporaneidade, a Psicologia do Desenvolvimento Humano está sendo instada a assumir o compromisso de derrubar as barreiras socioculturais que impediram o pleno respeito às diferenças e à diversidade humana que ela, no passado, ajudou a erguer.
A constituição histórica da área ocorreu em estreita vinculação com a educação, campo disciplinar marcado por uma orientação normativa e normalizante que perpassou a compreensão psicológica dos seres humanos. Talvez por essa razão, com frequência, o tema das diversidades − étnico-culturais, sociais, identitárias, religiosas, políticas, de gênero, de ritmos e direções de desenvolvimento – obtiveram pouca atenção da ciência psicológica. Portanto, no trabalho de resgate desses temas, a pesquisa psicológica tem importante papel a cumprir.
Esta obra representa uma importante contribuição nessa direção, ao promover o diálogo entre pesquisadores da Universidade de Brasília e outros pensadores críticos da área, no Brasil e em outros países, que têm se dedicado à reflexão sobre o desenvolvimento humano, na interface entre Psicologia e Educação.
Trata-se de um livro que celebra a comemoração dos dez anos do Programa de Pós-graduação que passa a se chamar “Psicologia do Desenvolvimento e Psicologia Escolar”. Apresenta temas e abordagens que integram nossas linhas de pesquisa concomitantemente com as aproximações entre as interfaces dos trabalhos construídos no nosso contexto e os de alguns de nossos interlocutores externos mais vivazes.
É, também, um marco do crescimento do Programa como espaço de promoção do trânsito entre produção acadêmica e políticas públicas, e em diferentes cenários da inserção do Estado como agente mediador da promoção e da garantia de direitos humanos, segundo perspectivas que destacam o caráter socialmente ancorado e culturalmente situado da gênese psicológica.

Veja Também