O Curso de Lourenço Filho na Escola Normal do Ceará (1922-1923): as normalistas e a pedagogia da Escola Nova

Maria Helena Camara Bastos e Maria Juraci Maia Cavalcante (orgs.)
Esta coletânea pretende trazer uma significativa contribuição aos estudos sobre a atuação de Lourenço Filho, sua especificidade reside na fonte utilizada. Como afirma o professor Jorge Nagle, em seu prefácio, esta iniciativa é "louvável porque significa preocupação em preservar memória da escola brasileira - fato que já não é tão comum, ao lado do desaparecimento ou da simples destruição de documentação de passado, até o mais recente; mais ainda, louvável por preservar memória da escola brasileira, no caso, memória de natureza didático-pedagógica. Pois se trata de anotações de ex-alunas de Escola Normal, de Fortaleza, no início da década de 1920".
Álbum com Pequenos Trabalhos de Pedagogia são dois cadernos elaborados pelas alunas normalistas contendo a recepção dos conteúdos ministrados na cadeira de Psicologia, Pedagogia e Didática, lecionada por Lourenço Filho, durante o ano letivo de 1923. Um caderno foi por elas dedicado ao professor Lourenço Filho, no dia 24 de novembro de 1923, na solenidade de formatura. O outro, ao Diretor da Escola Normal Pedro II e professor de Metodologia da Higiene Dr. João Hippolyto de Azevedo e Sá.
Ao fazermos circular essas autorias, objetivamos partilhar uma cultura pedagógica que começou a ser esboçada no interior da tão jovem e já velha República do Brasil naquela década de 1920. Uma cultura que foi feita de modo entusiasmado, numa atmosfera política de mudança e construção da nação, onde a escola era 4 o local do ensaio e a normalista, depositária da esperança de uma nova educação de crianças. Tudo era novo, embora o modo de ensinar a novidade ainda fosse herdeiro da tradição. Palestrantes encheram auditórios e ouvintes ávidos estavam ali para aprender a fazer um modo novo de ensinar e ser social. As lições do jovem Lourenço Filho foram copiadas em silêncio pelas ainda mais jovens alunas da Escola Normal Pedro II. A forma ordenada com que ele as expôs, permitiu que as novas ideias fossem facilmente captadas e registradas nos cadernos. Guardados como relíquias e funcionariam, por uma década ou mais, como guias da nova ação pedagógica recomendada para receber os rumores revolucionários da década seguinte.
Ao publicar os interessantes capítulos desta coletânea, queremos partilhar o nosso interesse por um momento dos mais significativos da construção da Escola Nova no Brasil.
1a edição
Janeiro/2010
R$50,00
Preço de capa
978-85-7516-367-2
ISBN
364
Páginas
140 x 210 mm
Formato
Abrir na LibriLaboris
.

Sumário

Prefácio: alguns esclarecimentos

Apresentação: encontros em múltiplos tempos

Lourenço Filho: do ensino de pedagogia à reforma da instrução pública na terra da literatura (1922-23)
Maria Juraci Maia Cavalcante

Breve Arqueologia de uma Esperança Prateada
Carlos Monarcha

As Normalistas Formandas de 1923 e a Escola Nova no Ceará: o percurso de Maria Gonçalves da Rocha Leal (1899-1980)
Maria Juraci Maia Cavalcante


O CURSO EM PEQUENOS TRABALHOS DE PEDAGOGIA

1.
Notas à Margem da Dissertação 'Conclusões sobre o Método', de Maria do Carmo Hollanda
Carlos Monarcha

2.
Atividade e Natureza: a Educação Física para o ensino primário
Marcus Aurelio Taborda de Oliveira

3.
'Beber Luzes' Para Enaltecer o Espírito: o ensino moral e cívico
Maria Helena Camara Bastos

4.
'Falar Bem a Própria Língua não é uma Prenda é um Dever': o cultivo da linguagem no curso de prática pedagógica de Lourenço Filho no Ceará
Marcia de Paula Gregorio Razzini

5.
A Metodologia da Aritmética nas Anotações de Aulas de Lourenço Filho
Wagner Rodrigues Valente

6.
Observar, Comparar, Discriminar: a metodologia da Geometria
Alberto Perotti

7.
A Educação do Espírito: metodologia das ciências físicas e naturais
Wagner Wuo

8.
É, pois, Estudando a Geographia que Pudemos com o Máximo Orgulho Dizer 'Sou Brasileiro'
Beatriz T. Daudt Fischer

9.
Despertar na Alma da Criança o Amor pela Pátria: a história na escola primária sob a orientação de Lourenço Filho
Maria Stephanou
Maria Teresa Santos Cunha


10.
Lourenço Filho: a educação pelos traços do desenho
Elenice de Souza Lodron Zuin

11.
Canto Coral, Signatário da 'Ordem e do Progresso'?
Nídia Beatriz Nunes Kiefer

12.
'Os Clarões de uma Nova Era': os trabalhos manuais na escola
Maria Helena Camara Bastos

13.
O Legado da Escola Nova e a Dimensão Utópica da Educação
Marcus Vinicius da Cunha

Sobre os Autores

Orelha