Ensino de Química: o uso de analogias Ensino de Química: o uso de analogias

Sinopse

O uso de analogias tem crescido como uma alternativa para facilitar o ensino de Ciências, sobretudo de conceitos com grau levado de dificuldade ou de abstração. Os livros didáticos têm apresentado com frequência esse recurso, entretanto muitos podem trazer erros conceituais e trabalhar com ideias preconcebidas, isto é, não tratar a analogia de uma perspectiva de construção de conceitos com os estudantes.

Sumário

Introdução

Capítulo 1
Concepções Alternativas e Erros Conceituais
Definições de concepções alternativas e erros conceituais
Como surgem as concepções alternativas nos estudantes
Características das concepções alternativas
Os principais erros conceituais evidenciados no ensino de equilíbrio químico

Capítulo 2
As Analogias
Modelos
Definindo analogias
Variabilidades terminológicas
O uso de analogias na Química
Usando analogias para ensinar

Capítulo 3
Metodologia de Análise
Desenvolvimento do estudo
Levantamento das analogias encontradas nos livros didáticos de Química
Classificação com base no modelo adaptado do proposto por Thiele e Treagust (1994)
Análise das analogias encontradas nos livros didáticos de Química
Questionário aplicado aos professores

Capítulo 4
Resultados e Discussões
Questionários
Analogias encontradas nos livros didáticos

Considerações Finais

Referências

Anexo 1
Livros Analisados

Anexo 2
Questionário de Entrevista aos Professores

Referência Bibliográfica

DANTAS, Deyse de Souza; SILVA JúNIOR, Olímpio José da; FARIAS, Robson Fernandes de. Ensino de Química: o uso de analogias. Campinas: Átomo, 2017.