A Hermenêutica Francesa: Bachelard

Constança Marcondes Cesar

A Hermenêutica Francesa: Bachelard A Hermenêutica Francesa: Bachelard

Sinopse

Léon Brunschvicg e Gaston Bachelard, apesar de suas diferenças e especificidades, se unem ao mostrar que, para além do racionalismo estreito da tradição, é possível encontrar perspectivas de racionalidade bem mais abertas e de riqueza inesgotável que nos conduzem a uma nova forma de filosofar. Passando pelo Relativismo e pelo Ceticismo e discutindo temáticas importantes da contemporaneidade como Verdade e Ética, Certeza e Dogmatismo, a autora nos coloca diante de um panorama filosófico inovador que é norteado por um antidogmatismo.

Sumário

Prefácio

Capítulo 1
Brunschvicg e Bachelard
Questão de método
Relações entre os filósofos
Gênese histórica do problema da evolução do conhecimento científico
Pontos de similaridade entre as epistemologias de Brunschvicg e Bachelard
Conclusão

Capítulo 2
Relativismo, Ceticismo e Antidogmatismo
Introdução
Relativismo, ceticismo e antidogmatismo
Bachelard e seu tempo: o impacto filosófico da Teoria da Relatividade
Contra o dogmatismo
Verdade e ética

Apêndice
Bachelard e Desoille: imaginário e promoção do ser

Referências

Referência Bibliográfica

CESAR, Constança Marcondes. A Hermenêutica Francesa: Bachelard. 2. ed. Campinas: Alínea, 2015.