A Caminho da Terra: a mata - questões socioambientais da Mata Atlântica

Nilce da Penha Migueles Panzutti

O livro discute como a transformação do espaço, por meio da implementação de política pública pode inviabilizar o modo de vida e a organização de grupos sociais e, a inclusão socioeconômica. Assim, busca-se neste livro, explicar a presença de um grupo de migrantes nordestinos, em área de Preservação Ambiental, suas motivações, o significado mais amplo de tal deslocamento e seus desdobramentos.

1a edição
Agosto/2010
R$37,00
Preço de capa
978-85-7516-410-5
ISBN
172
Páginas
14 x 21cm
Formato
Português
Idioma
Abrir na LibriLaboris
.

Sumário

Prefácio

Apresentação

Capítulo I
Estação Ecológica Jureia - Itatins

Antecedentes históricos
Caracterização socioeconômica
Moradores da Jureia
O significado da EEJI para os moradores

Capítulo II
Migração: esperança de vida e trabalho

A ocupação do bairro de Itinguçu
A migração para o bairro

Capítulo III
Conflitos Sociais e Condição da Terra


Capítulo IV
Crise da Autonomia Camponesa

Posseiros de Itinguçu
Modo de vida de Itinguçu
O trabalho em Itinguçu

Capítulo V
Família e Relações de Gênero

A organização familiar
Casamento, maternidade, sexualidade
Relações entre os gêneros

Conclusão

Lista de Siglas

Orelha